sexta-feira, 13 de setembro de 2019

BUSQUE NA PLAY STORE PELA RÁDIO REGGAE GOOD IDEA OU CLIQUE NA IMAGEM


Gregory Isaacs VS Eric Donaldson - By $tone [2019]




Contribuição do parceiro: Stone


Junior C - Tonight Is the Night [199X]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Glenroy Oakley - I Am What I Am [2009]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes


The Jamaicans - Baba Boom Time [1996]



Contribuição do parceiro: Alex Marley

Peps Blodsband - Hög Standard [1975]



Contribuição do parceiro: Alex Marley

George Danquah - Hot and Jumpy [1978]



Contribuição do parceiro: Alex Marley

Tiken Jah Fakoly - Dernier Appel [2014]



Contribuição do parceiro: Stone

Page One & The Observers - Observation Of Life Dub [1978]



Contribuição do parceiro: Ziggy Marley

Link & Chain - New Day [1990]



Contribuição do parceiro: Ziggy Marley

Jamaica Papa Curvin - Unity [1986]



Contribuição do parceiro: Ziggy Marley

Jamaica Papa Curvin - Celebration [1992]



Contribuição do parceiro: Ziggy Marley

Benjammin & Lone Ark Riddim Force - Sons & Daughters [2018]



Contribuição do parceiro: Ziggy Marley

Tiken Jah Fakoly - Mangercratie [1999]



Contribuição do parceiro: Stone

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Tribo De Jah – Regueiros Guerreiros [1992]




Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Music House Vol. 3 [1972]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Music House Vol. 2 [1972]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Music House Vol. 1 [1971]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

King Sounds - I Shall Sing [1992]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

King Sounds – Happiness [1979]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Keith Porter & The Itals- Mind Over Matter [2015]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Keith Porter - Get It On [2015]



Contribuição do parceiro: Renaldo Fortes

Strictly The Best 09 [1993]



Contribuição do parceiro: OskaRoots

Strictly The Best 06 - V.A [1992]



Contribuição do parceiro: OskaRoots

Strictly The Best 08 [1992]



Contribuição do parceiro: OskaRoots

Liquid Ice - En Eruption [1976]



Contribuição do parceiro: OskaRoots

Exile One - Beaucoup D'Gaz A Bo [1975]



Contribuição do parceiro: OskaRoots

The Travellers - King Jammy's Presents Black Black Minds [2015]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

Charley Organaire Meets The Prizefighters [2014]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

The Jamaicans - The Origins [2019]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

De Boombers - Nigeria Is Our Home [1988]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

Cloud 7 - Keep On Trying [1979]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

Brother Yayha - I Don't Mind [2006]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan

Afua Adjepong - The Chaker [1980]



Contribuição do parceiro: Johnny Morgan


Reggae Root's - Sarajevo Crime [1990]



Contribuição do parceiro: Ivo Roots

Jon John Dukes – Mother's Love [1978]



Contribuição do parceiro: Ivo Roots

Horace Andy - Roots And Branches [1997]



Contribuição do parceiro: Ivo Roots

Dan Ian Spades - Mind Mover [1977]



Contribuição do parceiro: Ivo Roots

Inés Pardo - One Sister Show Case [2015]



Contribuição do parceiro: Fofão Roots

The Amharic - Descendants [2002]



Contribuição do parceiro: Ferreira

Prince Mohammed - Bubbling [1980]



Contribuição do parceiro: Ferreira

Johnny Clarke - Reggae Rebel [1982]



Contribuição do parceiro: Ferreira

Flo & Eddie - Rock Steady with Flo & Eddie [1981]



Contribuição do parceiro: Ferreira

Dennis Brown & Harry Hippy - Dennis Brown Meets Harry Hippy [1977]



Contribuição do parceiro: Ferreira

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Reggaebelde - CD 2 [2015]



O conceito do Segundo Álbum

Em 2015 foi lançado o segundo álbum - Reggae baseado em poesia - com 12 músicas reggae raiz (roots) com o “tempero da música brasileira”. As letras fazem reflexões sobre o cotidiano, à sociedade, a justiça e consciência social. No segundo álbum o Teclado está em evidência na base. A guitarra com o pedal Wah-Wah nos arranjos, solos e frases deixa um clima hipnótico; uma característica fundamental do reggae. A bateria e o contrabaixo são marcantes no segundo álbum enfatizando o DNA do reggae. “Escolhi o reggae pela magia do som e proximidade com o xote, sem vínculo religioso (rastafári) nem com a cultura e os costumes jamaicanos”, comenta Antonio Carlos. 
Diferente do primeiro álbum que Antonio Carlos teve, exclusivamente, Savilar como parceiro musical. No segundo álbum Antonio Carlos tem como parceiros musicais: Cardo Peixoto com três músicas (Desejo de Pensar; Rastro da Imaginação; Tempo de Sonhar e Realizar); Karin Martins (Pés Ligeiros); Elisete Retter (Asas); Luiz Rojas (Cisne da Índia); Eugênio Black (Sem Amor); Sonekka (Em Algum Lugar); Rogério Granja (Obrigado por Existir); Cadu Marques (Meninas da Nicarágua); Carlos Mahlungo (A Canção Comuna); Emmy ( Sou Mestiço). Fazendo com que esse álbum seja mais eclético e complexo nas linhas melódicas.
O primeiro e o segundo álbuns todas as músicas estão na vertente do Reggae, Ska, Rocksteady. A temática social dos poemas e letras se aproxima do rocksteady (vertente que tem foco na consciência social e política). “O Homem modifica a natureza e a Arte transforma o Homem em um ser melhor”, diz Antonio Carlos. O reggae é a música que traz a mensagem de paz, amor, alegria, união, positividade e conscientização.

Reggaebelde - CD 1 - 2008



O conceito do primeiro CD

Em 2008 foi lançado o primeiro álbum - Reggae baseado em poesias - com 10 músicas reggae raiz (roots) com o “tempero da música brasileira”. As letras fazem reflexões sobre o cotidiano, a sociedade, a cultura negra, religião, justiça e consciência social.

A ausência do Teclado e naipe de Metais teve como objetivo fugir dos clichês do reggae jamaicano. E aproximar o reggae à música popular brasileira (xote). A inclusão do Violão mostra a intenção acústica do trabalho. A Bateria com suingue reforça o clima acústico. As linhas do Contrabaixo estão sintonizadas no clima de cada música, dialogando com a melodia e com os arranjos. A guitarra com o pedal Wah-Wah deixando a base, os arranjos, os solos e frases com um clima hipnótico; uma característica fundamental do reggae. Estas opções estéticas podem causar estranheza para os ouvidos de alguns “regueiros puritanos”, mas não descaracterizam o “DNA” do reggae. Os arranjos bem elaborados deixaram as músicas atraentes fugindo da monotonia do “bate-estaca”, que é o “Calcanhar de Aquiles” do reggae. “Escolhi o reggae pela magia do som e proximidade com o xote, sem vínculo religioso (rastafári) nem com a cultura e os costumes jamaicanos”, ressalta Antonio Carlos. 
Neste primeiro álbum todas as músicas estão na vertente do reggae, nos próximos álbuns o Ska, Rocksteady, DUB e SambaReggae podem estar presentes. Com a formação: voz, guitarras, violão, baixo, bateria voltamos aos primórdios do reggae mais visceral e acústico. A temática social dos poemas e letras se aproxima do rocksteady (vertente que tem foco na consciência social e política). “O Homem modifica a natureza e a Arte transforma o Homem em um ser melhor”, diz Antonio Carlos. O reggae é a música que traz a mensagem de paz, amor, alegria, união, positividade e conscientização.

Echo Minott - Rock & Calypso [1985]



Contribuição do parceiro: Célio

Tony Safo & Bisa Goma – In Afrosibi [1975]



Contribuição do parceiro: Alex Marley